Sergipe

Principais Museus de Aracaju

Principais Museus de Aracaju
Museu da Gente Sergipana (Foto: Marcelle Cristinne/ASN)
 
Conhecer os aspectos da história, relembrar momentos de extrema importância para construção da identidade de um povo, viajar pelos quatro cantos do estado através de exposições sensoriais e interativas. Tudo isso pode ser vivenciado por quem visita os espaços destinados à preservação da memória histórica e cultural de Sergipe Palácio Museu Olímpio Campos e Museu da Gente Sergipana.
 
Os museus localizados na capital buscam aproximar sergipanos e turistas da valorização do que é regional. É uma oportunidade que as pessoas têm de se inteirar daquilo que faz parte da cultura local.

Planejando uma viagem a Aracaju? Confira aqui nossa seleção com os melhores hotéis, pousadas e hostels da capital sergipana!

Palácio Museu Olímpio Campos

A história política de Sergipe sendo contada por meio da residência dos chefes de estado, transformada em museu e que recebe várias pessoas por dia. Assim é o Palácio Museu Olímpio Campos, que possui na sua estrutura arquitetônica uma trajetória de 151 anos.
 
Foi em meados do século XIX que o casarão foi idealizado para que pudesse abrigar a sede do governo da província na capital sergipana, que já era Aracaju. O espaço servia também como residência oficial do governador.

Principais Museus de Aracaju
Museu Palácio Olímpio Campos/Divulgação (Foto: Lineu Lins)

Com influência neoclássica e imponente, o palácio foi construído com materiais nobres e possuía um estilo eclético, possibilitando que cada governante deixasse a residência oficial do jeito que preferisse.
 
A iniciativa de transformar o espaço em museu surgiu durante a gestão do ex-governador Marcelo Déda, que vislumbrou na recuperação do palácio, uma possibilidade de ser uma casa aberta ao público, tamanha é a importância daquele prédio governamental para a história de Sergipe.

Xingó é a opção de bate-volta ideal a partir de Aracaju. Confira aqui post completo com dicas sobre o destino

De acordo com a coordenadora de acervo museológico do palácio, Izaura Ramos, a recuperação do espaço procurou manter as mesmas características da grande reforma ocorrida na época do centenário.

Principais Museus de Aracaju
Mesa restaurada - Salão de Jantar (Divulgação/Foto: Márcio Dantas)

Principais Museus de AracajuNo hall do museu, os visitantes podem contemplar as obras do pintor e escritor Jordão de Oliveira, que retratam as primeiras atividades econômicas do estado, a cana e o gado. E em outra tela, o coco e o sal, mas voltada para o desenvolvimento no período republicano.
 
As salas seguintes mostram de que maneira se dá o processo político, a exemplo da sala da província, com Sergipe ainda na época provincial, e todos os presidentes de província, como eram chamados os governantes da época, retratados em fotografias.
 
Em outras salas são rendidas homenagens a algumas figuras importantes para a evolução política e histórica de Sergipe, como o Barão de Maruim, que junto com Inácio Barbosa decidiu criar Aracaju, além de Dom Pedro I, por ter deixado Sergipe independente e Dom Pedro II que autorizou a construção do palácio, após a transferência da capital.
 
A história das duas figuras importantes para a política sergipana, Fausto Cardoso e Olimpio Campos e seu embate ideológico que resultou na morte de ambos, também está representada, por marcar a história do palácio.
 

No pavimento superior, espaço utilizado como residência oficial dos governantes, o requinte fica por conta da mobília, toda de época, que leva o visitante a uma viagem no tempo. Obras de artistas sergipanos compõem o cenário que conta ainda com a riqueza dos lustres imponentes que enfeitam os salões que eram utilizados para festas e reuniões importantes, além de detalhes peculiares como o teto do palácio, que traz pinturas que remetem à agricultura e indústria.


Principais Museus de Aracaju
 
Detalhe no forro do Salão Nobre (Foto: Lineu Lins)

O visitante tem ainda a oportunidade de conhecer os quartos, sala de jantar, além do gabinete que os governadores despachavam. O espaço também abrigava a Casa Civil e o gabinete do exército. “Buscamos restaurar e manter tudo do jeito que a missão italiana deixou. Conseguimos recuperar cerca de 80% do original. Isso faz com que os sergipanos e turistas que nos visitam, sintam-se à época e dessa forma saibam da importância desse lugar para Sergipe”, disse Izaura, ressaltando que o museu ainda conta com biblioteca e espaço para palestras.

Conheça a Praia do Saco, a mais bela praia de Sergipe!
 

Museu da Gente Sergipana

Interatividade é a proposta do Museu da Gente Sergipana, espaço criado há três anos e meio pelo governo do Estado. O espaço valoriza o patrimônio artístico material e imaterial de Sergipe, já recebeu prêmios e é conhecido nacionalmente por apresentar uma linguagem que une passado, presente e futuro.
Principais Museus de Aracaju
Literatura de Cordel (Foto: Luciana Araújo)

Manifestações culturais, comidas típicas, objetos que simbolizam uma gente, vocabulários
, entre outras singularidades estão representados nas exposições permanentes e temporárias que o museu oferece em suas instalações. O uso do aparato tecnológico torna a experiência ainda mais interessante.
 
Os espaços são dosados e mantém a interatividade proposta pelo Museu da Gente.

Além da sala dos espelhos, é possível conhecer a literatura de cordel e repentes, a exposição Nossas Festas, que com a brincadeira de amarelinha os visitantes conseguem conhecer as principais festas de Sergipe e a sessão Nossos Pratos, que através de uma mesa interativa possibilita a elaboração de pratos típicos.
Principais Museus de Aracaju
Sessão Nossas Festas - Museu da Gente Sergipana (Foto: Luciana Araújo)

O espaço também expõe outras curiosidades do estado como os principais rios e praças, além de mostras fotográficas, de cinema e lançamentos de obras musicais e literárias.

As exposições temporárias, por sua vez, fazem com que o ambiente fique dinâmico e os temas são escolhidos através de um conselho da diretoria, que se mostra atento aos apelos expositivos das pessoas que visitam o local, a exemplo da exposição sobre a cantora Clemilda e do prático Zé Peixe, figuras emblemáticas da história de Sergipe.
 
A Sergipanidade que o Museu busca manter com suas exposições também é destacada pelo diretor Ézio Déda. “O turista quando vem nos visitar, quer entender mais sobre nossa cultura. Em um mundo globalizado, onde ocorre uma pasteurização cultural, a importância da nossa identidade é fundamental. Esse museu tem a função de sedimentar as raízes, fortalecer e de ser uma antena pro mundo”, finaliza.
 
Turistas da Bahia, o casal Nivaldo e Simone confirma a declaração do diretor do Espaço. Para eles, o Museu da Gente Sergipana “possibilita que os visitantes de outros estados conheçam de maneira inovadora a cultura local”.

Por Silvânio Júnior, Estagiário do Agência Sergipe de Notícias (ASN)

PALÁCIO MUSEU OLÍMPIO CAMPOS
Horário de Funcionamento:
De terça à sexta, das 10h00 às 17h00; sábado e domingo, das 09h00 às 13h00. Fechado às segundas-feira.
Preço: Acesso gratuito
Site: http://www.palacioolimpiocampos.se.gov.br/

MUSEU DA GENTE SERGIPANA
Horário de Funcionamento:
De terça à sexta, das 10h00 às 16h00; sábado e domingo, das 10h00 às 15h00. Fechado às segundas-feira.
Preço: Acesso gratuito
Site: http://www.museudagentesergipana.com.br/

#Sergipe #Aracaju


Deixe um comentário