por Notícias

CACILDA ARAGÃO: “China tem sido um destino muito procurado pelos Sergipanos”

CACILDA ARAGÃO: “China tem sido um destino muito procurado pelos Sergipanos”Há 17 anos como empresária e atuando no ramo do Turismo há 25 anos, Cacilda Aragão, comanda a sua agência e tem conseguido fidelizar uma grande clientela. Após o crescimento da sua empresa em Sergipe, ela está partindo em busca de novos mercados e inaugura em breve uma filial da ‘Cacilda Aragão Tours’ em São Paulo. Nesta conversa com o BLOG MALAS PRONTAS / JORNAL DA CIDADE ela falou sobre os hábitos de viagens dos Sergipanos, contando que muitos viajantes mais experimentados têm optados por destinos mais exóticos, como a China. Confira abaixo o nosso bate-papo.

BLOG MALAS PRONTAS - O Sergipano tem viajado muito?
Cacilda Aragão –
O sergipano tem um apreço muito grande por viajar, está sempre viajando.

BMP – Nos últimos tempos o sergipano tem viajado mais? Há crise no setor turístico, o que você tem sentido?
CA -
O crescimento nesses últimos sete anos tem se mantido, havendo uma pequena retração este ano, talvez por conta da Copa do Mundo e das eleições. Não é que tenha diminuído, mas não teve crescimento contínuo. Mas a procura por pacotes turísticos ainda continua,

BMP - Quem são os sergipanos que viajam hoje?
CA -
Nós temos um público bastante diversificado, da classe ‘A’ a ‘C’. A classe ‘C’ vem descobrindo o prazer em viajar. Nos dois casos, temos roteiros diferenciados. A Classe ‘A’ tem maior exigência, porque já viajou muito e busca por roteiros mais exóticos e específicos. A Classe ‘C’ busca mais por roteiros básicos. As pessoas estão se programando mais e tem diversas facilidades de pagamento, a exemplo do sistema de poupança de viagem, que favorece a Classe C.

BMP – Muita gente tem aderido às poupanças de viagem?
CA –
Sim, por ser mais uma opção para aquelas pessoas que não querem usar o cartão e já querem viajar com tudo pago. Mas a Classe C é a que mais busca esse sistema, que é muito interessante, você se planeja bem e já viaja com mais folga no orçamento.

BMP – Financeiramente é vantajoso fazer essa poupança?
CA –
Geralmente sim, porque ajuda a manter o foco. É o que vemos entre os nossos clientes, é o que eles falam. Quando se faz uma poupança individual, uma aplicação normal, se aparece uma outra necessidade, a pessoa mexe no dinheiro. Quando você se compromete a deixar uma reserva de seu salário para viagem, fica mais fácil, até porque se o contratante retirar o dinheiro antes do prazo, paga-se uma multa na agência. É importante reservar uma parte do orçamento para o lazer.

BMP - Quais os destinos nacionais e internacionais mais procurados pelos sergipanos?
CA –
Os nacionais ainda são os resorts, cruzeiros, Gramado e roteiros de praias mais próximas. Os internacionais, os iniciantes preferem os países mais próximos e baratos: Argentina, Chile e Uruguai. Para os mais experientes já existem destinos novos e exóticos, que chamam muita atenção e despertam a curiosidade, como Maldivas, Dubai e China. A China, por exemplom está sendo um destino muito procurado e supera as expectativas dos clientes.

BMP – Com relação à China, o que está chamando a atenção dos turistas?
CA –
Creio que o desenvolvimento do país. As pessoas ficam curiosas em ver de perto o que faz a China ser uma país tão avançado economicamente, ver toda a modernização, as construções de porte impressionante. Além disso, existe a saturação dos roteiros tradicionais. A China também apresenta uma culinária maravilhosa e é um importante centro de compras.

BMP – Você falou que os resorts ainda são muito procurados pelos sergipanos. Não houve uma saturação a este tipo de destino?
CA –
Não, devido à proximidade. Principalmente para quem tem criança, é uma viagem que une o útil ao agradável, porque as crianças aproveitam bastante com a equipe de lazer e dão um descanso aos pais. O ClubMed de Itaparica, por exemplo, está sendo muito vendido, as pessoas gostam muito.

Quer um resort exclusivo na Bahia fora da Linha Verde? Conheça o Kiaroa

BMP – O sergipano tem viajado por conta própria ou com excursões? Cada vez mais gente abre mão das agências de turismo?
CA –
Muita gente está viajando por conta própria, mas isso não afasta as pessoas das agências. Nós vendemos a parte aérea e a terrestre e o turista monta o seu próprio roteiro, para visitar os pontos turísticos. Também ajudamos muitos clientes a montar seus roteiros. Nós vendemos muita excursão, mas a maioria das pessoas não quer estar mais cumprindo horário para acordar e ter aquela obrigação diária, é um dos inconvenientes. Mas outros ainda preferem a segurança de um guia qualificado e o cumprimento de um roteiro bem estudado.

BMP – Vocês vendem excursões para Sergipe?
CA –
A nossa agência é focada no turismo emissivo, ainda não trabalhamos com turismo receptivo.

BMP – Mas pretende atuar no receptivo?
CA –
Sim. Ainda não está descartado. Acredito muito no turismo sergipano, embora ainda não tenha investido nele.

BMP – Como você avalia a situação do turismo em Sergipe?
CA –
Eu acho que falta muito coisa. Já avançamos muito. Se olharmos para o passado, a gente vê que a situação avançou, mais ainda há muito a ser feito, especialmente com relação a divulgação massificada, a exemplo de outros Estados. Não podemos atuar isoladamente em determinados eventos, a exemplo do São João, deve haver uma constância. Devemos cobrar isso da ABIH e da Secretaria de Turismo. Aracaju deve mostrar sua cara lá fora para despertar nas pessoas o desejo de visitar a cidade. As pessoas andam cansadas de Maceió e Salvador, Aracaju é uma cidade limpa e organizada, com uma bela orla, um povo receptivo, sendo uma boa alternativa.

O que fazer em Sergipe? Passeio de escuna em Xingó é uma ótima opção. Veja mais detalhes aqui.

BMP – Você está abrindo uma filial da sua agência em São Paulo?
CA –
Sim, aceitamos esse desafio, abrindo um pequeno espaço lá, principalmente para prestar um apoio e buscar outras alternativas de mercado, pois São Paulo tem um potencial muito grande. E quem sabe possamos trazer os turistas de São Paulo para Aracaju.

BMP – Qual o endereço da nova agência? Já há data definida para a inauguração?
CA –
Estaremos começando a partir de 20 de outubro na Avenida Barata Ribeiro, vizinho ao Hospital Sírio Libanês. Já havíamos estudado outros mercados para expandir no Nordeste, mas acabamos optando por São Paulo, por ser um mercado mais pujante.
#Sergipe #Entrevista #Agência


Deixe um comentário