10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em MadriInterior Museu do Prado (Foto: Divulgação/Museo del Prado)

Para quem gosta de arte, Madri, na Espanha, é sempre uma excelente opção. Mas em meio a passeios e agenda turística, nem sempre dá para conhecer todos os museus da cidade.
 

O Museu do Prado, ao lado do Thyssen-Bornemisza e do Reina Sofia, são os melhores. Mas se você não tiver tempo (ou disposição) para conhecer os três, acompanhe esse post do BLOG MALAS PRONTAS e veja se vale a pena incluir o Museu do Prado no seu roteiro.
 

Se você gosta de história e admira os clássicos da arte, confira dez motivos que fazem do Museu do Prado uma atração imperdível.

1) É o maior e mais importante museu da Espanha.

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em MadriSeu imponente prédio em estilo neoclássico abriga um acervo com mais de 17 mil obras de arte, entre pinturas, esculturas, desenhos, arte decorativa e documentos históricos.


Pesquise antes, é preciso saber o que você quer ver, caso contrário, perderá muito tempo na imensidão do museu.
 

DICA: Pensando nisso, o Museu do Prado disponibiliza em seu site um guia com as principais obras. É possível planejar visitas de uma, duas ou três horas. Clique aqui e confira!
 

2) Fica localizado numa área bonita e cheia de atrativos turísticos

O caminho pelo arborizado Passeio do Prado é extremamente agradável. O Museu do Prado fica também próximo à Fonte de Cibeles – em frente ao Palácio de Cibeles. As fontes de Apolo e Netuno também estão no entorno.


O charmoso Parque do Retiro e a Porta de Alcalá estão bem próximos. Dá para traçar um roteiro de dia inteiro no Museu do Prado e atrações próximas, economizando transporte.
 

3) Seu prédio e suas obras sobreviveram à invasão napoleônica, à Guerra Civil Espanhola e à Segunda Guerra Mundial.


Construído no final do século XVIII, ele só foi inaugurado 34 anos depois de finalizada a obra - o atraso foi devido à invasão de Napoleão à Espanha, em 1808. O local foi utilizado pelos franceses como estrebaria e quartel.
 

Só em 1819 o Museu do Prado foi inaugurado, passando a abrigar as coleções de arte dos monarcas e nobres espanhóis. Mas ainda havia outras batalhas a serem enfrentadas: a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial.
 

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri
Entrada Museu do Prado (Foto: Divulgação/Museo del Prado)

Com a proximidade da invasão do exército de Franco à Madrid, a Junta de Proteção ao Tesouro Artístico levou obras de Madrid para Genebra, passando por Valência e Barcelona.
 

Saber das dificuldades para se manter um acervo tão diversificado, rico e conservado, deixa mais clara a importância de conhecer o local.
 

4) Aprender um pouco sobre a história da monarquia espanhola

Ao longo do tempo, a monarquia foi sempre mantenedora dos grandes artistas espanhóis. É por isso que ela detém tantos quadros e um acervo cuja conservação impressiona.
 

Há uma sala totalmente dedicada aos retratos da Família Real espanhola, muitos deles pintados por Goya. Você aprecia as pinturas e aprende sobre a realeza espanhola.
 

Destaque para a tela “A Família de Carlos IV”, de Francisco Goya (Sala 32), onde há um autorretrato do pintor, no canto esquerdo do quadro. Ao posar ao lado da nobre família (e na mesma altura do rei), o artista se equipara aos entes do clã real, colocando a arte num patamar mais alto.
 

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri5) Ver os quadros de Velázquez (48 obras)

Velazquez foi um dos grandes pintores que trabalharam para a monarquia espanhola, por isso, possui vários quadros no Museu do Prado. O destaque é a sua mais famosa pintura, “As Meninas” (Sala 12), que envolve uma composição complexa de elementos e figuras (foto ao lado).
 

A tela é considerada revolucionária. Ao centro, está a Infanta Margarita, em um vestido branco, rodeada das suas damas de companhia. Ao fundo, seus pais, refletidos no espelho, admirando o ensaio.
 

Há ainda um camareiro no pé da escada, e atrás de uma grande tela surge a figura do próprio Diego Velazquez, pintando a obra. A técnica de perspectiva impressiona, e a composição deixa clara as inovações técnicas e temáticas.

Confira aqui a continuição de nosso roteiro de 3 dias em Lisboa
 

6) Apreciar as telas de Goya

Sem dúvida o maior destaque do Museu do Prado é a obra de Francisco de Goya. O acervo deste artista conta com 152 peças, sendo “Os Fuzilamentos na Montanha do Príncipe Pio” (Sala 64) uma das principais (abaixo).
 
10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri
A tela, que você provavelmente viu em livros escolares, retrata os fuzilamentos dos patriotas pelo Exército Napoleônico, em represália ao levante de 2 de maio de 1808. O contraste entre o exército escuro e a iluminação incidindo sobre os heróis da pátria dão a dramaticidade precisa ao cenário.
 

Interessante também é a seqüência das telas “Maja Desnuda” e “Maja Vestida”, de 1800. A mesma mulher é retratada em idêntica pose, mas em um dos quadros ela está vestida e no outro, nua (abaixo).
 

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri

O quadro rendeu a Goya um julgamento por obscenidade perante Inquisição Espanhola, no qual foi absolvido. A obra foi depositada e sua exposição proibida, até meados do século XX.
 

Por fim, a obra mais impactante : “Saturno devorando um filho” (Sala 67) – outra daquelas imagens icônicas. Ela integra a série de pinturas negras do artista.
 
 

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri7) Admirar as obras de El Greco.

São 36 pinturas e duas esculturas do pintor renascentista, que tem uma obra bastante colorida – e por isso, diferenciada do que se produzia na sua época. As telas de El Greco se encontram na Sala 8B e 10B. A maioria delas, de mote religioso.
 

As pinceladas e os tons de verde, azul e vermelho, utilizados pelo artista para pintar os mantos de santos, são muito característicos. Farão você reconhecer a obra deste pintor em qualquer lugar do mundo. Por isso, dedique alguns minutos de sua visita a El Greco.
 

Adoración de los Pastores, El Greco (Foto: Divulgação/Museo del Prado)

8) Há sempre exposições temporárias interessantíssimas

O Museu do Prado tem um precioso acervo permanente, mas suas exposições temporárias são igualmente importantes e interessantes - mesmo para quem não é fã ou especialista em belas artes
 

Quando estivemos por lá, visitamos a exposição “10 Picassos el Kunstmuseum Basel”. Foi uma oportunidade única, pois não sabia quando poderíamos ir à Suíça para ver o “Arlequín sentado”, uma das mais belas telas de Picasso.
 

Por isso, sempre fique de olho e acompanhe as exposições temporárias do Museu do Prado neste link aqui.
 

10 Motivos para Visitar o Museu do Prado, em Madri9) Uma ótima oportunidade para conhecer arte italiana fora da Itália.

Arte italiana sem precisar sair da Espanha. O Museu do Prado dedica dezesseis salas à pintura italiana, abrigando trabalho realmente importantes.
 

O acervo é muito rico e possui quadros realmente importantes de Caravaggio, Botticellli, Tintoreto e Rafael.

Davi e Golias, Caravaggio (Foto: Divulgação/Museo del Prado)

10) A entrada é gratuita todos os dias, das 17:00 às 19:30, e aos domingos.

Se você tiver orçamento limitado, esta definitivamente não é uma desculpa plausível para deixar de conhecer o Museu do Prado...

Museu do Prado
Horário de Funcionamento: De segunda a sábado das 10h00 às 20h00. Domingos e feriados das 10h00 às 19h00.
Entrada: 14 euros
Site oficial: https://www.museodelprado.es/

Fotos: Divulgação/Museo del Prado
 
#Espanha #Madri #Europa #Museu do Prado


Deixe um comentário